Parceiros

fip.jpg

Estatísticas

Visitantes
367
Artigos
901
Ver quantos acessos teve os artigos
376647

Quem Está Online

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

Ignácio Barraquer

IGNÁCIO BARRAQUER

 (1884-1965)


Hélion de Mello e Oliveira


Ignácio Barraquer y Barraquer foi homenageado pela ocasião de seu centenário de nascimento, quando a Espanha, por seu país natal, emitiu um selo e um carimbo postal com a sua efígie.Filho de José Antônio Barraquer Roviralta (1852-1924), 1o. titular da cátedra de oftalmologia da Universidade de Barcelona, de quem recebeu os primeiros ensinamentos. Nascido em Barcelona aos 25 de março de 1884 terminou os estudos secundários em 1900. Dedicou-se ao aprendizado de desenho, mecânica de precisão e fotografia, afim de habituar suas mãos a prática de minúcias.


O curso médico foi feito na Faculdade de Medicina de Barcelona. Durante o curso dedicou especial atenção à anatomia.

Obteve o título de doutor em 1909 defendendo uma tese sobre “Dacriocistoplastia”.

Iniciou sua prática em oftalmologia no Hospital da Santa Cruz e São Paulo. Ocupou cargos na cátedra regida por seu pai e também trabalhou no consultório particular deste.

 

 Foi inventor de numerosos aparelhos e instrumentos oftalmológicos e deixou mais de 70 trabalhos sobre a sua especialidade, destacando-se os relativos à cirurgia da catarata. Neste campo idealizou um aparelho denominado “erisifago”, destinado à extração in totum da catarata por pressão pneumática, técnica que recebeu o nome de “facoeresis”.


Em 1922 visitou os Estados Unidos para demonstrar e divulgar sua técnica da cirurgia da catarata. Usando toda a sua  engenhosidade e conhecimentos técnicos, instalou, em 1941, seu extraordinário centro cirúrgico (quirófaro), na clínica herdada do pai. O Instituto Barraquer foi inaugurado em 1947, destinado ao tratamento de pacientes de doenças oculares e a ser um centro de estudo e de formação de especialistas em oftalmologia. Neste Instituto são realizados cursos de pós-graduação freqüentados por oftalmologistas de todo o mundo.


Barraquer em seu Instituto reservou leitos para pacientes pobres, demonstrando seu lado humanitário.


Recebeu inúmeras distinções tais como :


1933 - cavaleiro da Legião de Honra da França; 1948 - prêmio Couder da Real Academia de Medicina da Espanha;

1948 - membro honorário do IV CongressoArgentino de Oftalmologia;

1964 - comendador da Ordem do Mérito Bernardo O‘Higgins do Chile,

1964- Grande Cruz de Alfonso X., o sábio -Espanha


Foi membro correspondente ou honorário de cerca de duas dezenas de sociedades oftalmológicas mundiais.


A obra de Ignácio Barraquer foi continuada por seus filhos José e Joaquim , herdeiros de suas qualidades. O primeiro fundou, na Colômbia, o Instituto Barraquer da América e o segundo, foi o continuador do Instituto de Barcelona.


Atualmente desponta, no cenário oftalmológico, mais uma Geração de Barraquer, netos do homenageado.

Ignácio Barraquer foi casado com D.Josefa Moner e faleceu em 13 de Maio de 1965, quando fez sua última contribuição à oftalmologia com a doação de seus olhos.


 

 

Selo e carimbo emitidos pelo correio espanhol Comemorando

o centenário de nascimento de Ignácio Barraquer

 

Referências bibliográficas


1.Boll. D ‘Oculistca 44:978,1965

2.Am.J.Ophth. 60:548,1965

3.Arch. Oft. Buenos Aires 40:87,1965

4.Arch Soc.Oft. Hispano-Americana 25:381,19665

5.Rev. Cubana Oft. 3:2, 1921

 

 

Publicado nos Arquivos do Instituto Penido Burnier 27: 2,1985