Parceiros

fefibra.jpg

Estatísticas

Visitantes
384
Artigos
901
Ver quantos acessos teve os artigos
448883

Quem Está Online

Temos 41 visitantes e Nenhum membro online

Classe "Um Quadro"

FONTE: FEFIESP
em 21/02/2010

Objetivando incentivar a elaboração de novas coleções e atrair mais adeptos para a Filatelia, a Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF) criou, em caráter experimental, uma nova Classe de Competição, denominada Um Quadro.

Para isso, foi elaborado um Regulamento Especial para a Classe Um Quadro, ainda em caráter experimental. As diretrizes para o respectivo julgamento das participações são as atualmente adotadas pela FIP.

Visto tratar-se de uma classe recente, as participações em exposições nacionais não necessitam, obrigatoriamente, de uma premiação mínima anteriormente.


REGULAMENTO ESPECIAL PARA A CLASSE UM QUADRO

Introdução

O objetivo e o conceito da Classe de "Um Quadro" é incentivar novos expositores e possibilitar aos que já expõem a oportunidade de preparar participações filatélicas sobre matérias ou temas que não podem ser desenvolvidos de maneira adequada em mais de Um Quadro". As participações na Classe "Um Quadro" podem ser de qualquer uma das Classes de Competição da FEBRAF.

Artigo 1: Exposições Competitivas

Este Regulamento complementa os atuais Regulamentos Geral de Exposições Filatélicas Brasileiras de Competição e destina-se às coleções da Classe Um Quadro.


Artigo 2: Participações Competitivas


As participações na Classe Um Quadro devem conter material filatélico / postal admitido em qualquer uma das Classes FEBRAF. As participações na Classe Um Quadro são limitadas em seu alcance, mas a profundidade do tratamento e sua importância devem ser tão completas quanto seja possível. As participações deste gênero não devem ser simplesmente o resultado da extração de um painel de uma coleção de vários painéis.

Devem constar de coleções que se atenham a um tema que possa ser melhor tratado com apenas um quadro. (Expositores novatos que estejam iniciando o desenvolvimento de um tema passível de expansão posterior para coleções de vários quadros no futuro, também serão admissíveis). As participações Um Quadro podem ser de quaisquer das classes de competição da FIP, com exceção da Filatelia Juvenil e da Literatura Filatélica.

Artigo 3: Princípios da Composição de uma Coleção de Um Quadro


Os princípios definidos no Regulamento Especial das Classes Competitivas FEBRAF para Filatelia Tradicional, História Postal, Inteiros Postais, Filatelia Temática, Aerofilatelia, Astrofilatelia, Maximafilia e Selos Fiscais são também válidos para a Classe Um Quadro.

O conhecimento, a apresentação e o desenvolvimento devem ser enfatizados. A participação deve atrair a atenção do observador da primeira à última página, informar e ser didática.

As coleções da Classe Um Quadro são uma oportunidade para os expositores principiantes e avançados. O conceito ou o plano da coleção deve estar explicado claramente na página de apresentação.

As participações Um Quadro devem ser baseadas em um assunto ou tema que seja melhor abordado como Um Quadro: sobre um ou dois selos postais ou uma pequena série de selos; sobre um assunto bem reduzido das diversas classes filatélicas. No caso da Filatelia Temática, apenas um tema bem restrito pode ser admitido.


Artigo 4: Critérios de Avaliação.


Serão usados os seguintes critérios:


- Tratamento e Importância Filatélica;

- Conhecimento Filatélico - Estudo Pessoal e Investigação

- Estado e Raridade do material exposto

- Apresentação

Para a Classe Um Quadro é essencial que o tema / assunto seja nem definido e onde cada peça filatélica seja necessária para o seu desenvolvimento e que o título possa refletir, da melhor maneira possível, o conteúdo da participação.


Artigo 5: Julgamento


As participações na Classe Um Quadro serão julgadas por jurados habilitados em suas respectivas especialidades As coleções da Classe Um Quadro serão avaliada por pontos, de acordo com os seguintes critérios:


Tratamento e Importância - 30 pontos

Conhecimento Filatélico/Temático, Estudo Pessoal e Pesquisa - 35 pontos

Condição e Raridade - 30 pontos

Apresentação - 5 pontos

Total - 100 pontos

Artigo 6: As premiações para participações Um Quadro são estabelecidas como segue:

> 90 pontos - Ouro
80 a 89 pontos - Vermeil
70 a 79 pontos - Prata
60 a 69 pontos - Bronze
< 59 pontos - Certificado de Participação

Para participações Um Quadro, serão outorgados Certificados de Ouro, Vermeil, Prata e Bronze, com a indicação "Um Quadro" e não medalhas metálicas. As apresentações de Um Quadro podem receber Prêmios Especiais, Prêmio de melhor participação em cada Classe bem como felicitações do Júri. A CO poderá oferecer lembranças da exposição a seu critério.


Penalidades para participações Um Quadro (e seus autores)


Penalidades pela escolha incorreta de um assunto ou tema não adequado para uma participação Um Quadro dependerão do grau de incorreção ou das lacunas na concepção do assunto/tema, podendo implicar a perda de pelo menos 5 (cinco) pontos.


Artigo 7 - Os requisitos para aceitação de inscrição na Classe Um Quadro


7.1 - Em exposições Nacional FEBRAF são:


7.1.1 - O nível de ingresso fica fixado em 70 pontos (PRATA) obtidos em uma Exposição Regional.

7.1.2 - O Número de Participações na Classe Um Quadro deve ser limitado a cerca de 10 % do número de participações aceitas na exposição.

OBS : VISTO TRATAR-SE DE CLASSE NOVA, O REQUISITO MÍNIMO PARA NACIONAIS NÃO SE APLICA ATÉ POSTERIOR DEFINIÇÃO DA FEBRAF.


7.2 - Em internacionais e mundiais FIP :


7.2.1 - Qualifica-se com 80 pontos (premiação Vermeil) uma participação para exposições internacionais e mundiais FIP.


OBS : O REQUISITO MÍNIMO PARA INTERNACIONAIS E MUNDIAIS FIP, É A QUALIFICAÇÃO OBTIDA EM EXPOSIÇÃO NACIONAL FEBRAF.


Artigo 8: Disposições Finais


8.1 - A FEBRAF resolverá eventual divergência neste Regulamento