Um pouco da nossa História

Durante o decorrer do século XX Campinas já possuía numerosos filatelistas sendo muitos deles membros da Sociedade Filatélica de Campinas, fundada em 1949. Esta sociedade extinguiu-se na década de 90.

O Centro Temático de Campinas – C.T.C. – nasceu da Associação Brasileira de Filatelia Temática – ABRAFITE.

Em 1985 o veterano filatelista Humberto Narbot entrou em entendimento com o presidente da ABRAFITE, Dr. Alexandre Zioni, propondo que fosse criada uma delegacia regional desta entidade, em Campinas. O argumento era que havia na época cerca 50 associados residentes da nossa região e que o contato somente era feito através da revista “Temática” editada pela ABRAFITE. O Dr. Alexandre Zioni, filatelista de mente aberta, aprovou a sugestão e assim foi criada a Delegacia Regional da ABRAFITE em Campinas, sendo nomeado delgado o Dr. Helion de Mello e Oliveira.

A Delegacia Regional de Campinas enviou circular a todos os sócios da ABRAFITE residentes na nossa área comunicando a novidade e convidando-os a frequentarem as reuniões campineiras. Tivemos uma boa adesão.

A Delegacia iniciou suas atividades organizando reuniões em que eram discutidos os princípios básicos da filatelia com especial destaque para a filatelia temática. As reuniões, realizadas mensalmente nos segundos sábados, tinham lugar da sede do Centro de Ciências, Letras e Artes.

No período de Delegacia realizamos: Exposição Temapex VI (tradicional exposição não competitiva realizada pela ABRAFITE). Foi a única realizada fora da cidade de São Paulo. Nesta exposição foi homenageado o centenário do Instituto Agronômico de Campinas

Poucos anos depois o grupou que compunha a Delegacia da ABRAFITE (a única que foi criada) resolveu “andar pelas próprias pernas”! Após o tempo necessário para o preparo da documentação o CTC foi fundado em 17 de Outubro e registrado em cartório em Novembro de 1988.

As reuniões continuaram a ser realizadas no mesmo local e horário do período anterior. No final de 1991 recebemos surpreendente oficio da diretoria do Centro de Ciências cancelando a partir de Janeiro próximo, nossa presença naquela instituição.  Tentamos argumentar que se tratando de uma organização que se chama “Centro de Ciências, Letras e Artes” deveria rever o procedimento, pois filatelia se enquadrava perfeitamente nos objetivos da mesma. Foi em vão.

Todo nosso sucesso filatélico parecia não ter adiantado! O passo seguinte foi pedir abrigo para a E C T. Fomos recebidos como filhos da casa e lá estaríamos até hoje caso não tivessem decidido fechar o expediente aos sábados.

Logo após a fundação, foi providenciada a filiação do nosso clube à FEBRAF – Federação Brasileira de Filatelia e à FEFIESP – Federação Filatélica do Estado de São Paulo.

As nossas reuniões continuaram aos sábados nas dependências dos Correios até 2016, depois disso passamos a ocupar uma sala na ACL – Academia Campinense  de Letras. Atualmente as reuniões vêm sendo realizadas de forma virtual, através de aplicativos de internet apropriados para que todos os associados e interessados possam participar.