Ricardo Vertiz

HospitalNuestraSenora1898
Dr. Helion fala sobre o selo lançado em homenagem ao centenário do Hospital Oftalmológico Nuestra Señora de la Luz

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Dr. Helion de Mello e Oliveira/

Em 1976 o correio mexicano emitiu um selo e um carimbo homenageando o Hospital Oftalmológico Nuestra Señora de la Luz por ocasião do seu centenário de fundação e ao Dr. Ricardo Vertiz.
O Hospital Oftalmológico Nuestra Señora de la Luz teve sua origem no Instituto Valdivielso fundado pelo filantropo Ignácio Valdivielso. É um estabelecimento particular dos mais importantes entre os que prestam serviço aos pobres, no ramo da oftalmologia.
Neste hospital especializaram-se vários médicos mexicanos, Inclusive Agustin Chacon, que foi professor de oftalmologia na Faculdade de Medicina do México.
Na fase de Instituto Oftalmológico foram seus diretores: Agustin Andrade, Ricardo Vertiz, Joaquim Vertiz (irmão de Ricardo) e Lorenzo Chavez e na fase de Hospital Oftalmológico os primeiros foram Enrique Graue e Rafael Silva.
O selo homenageia o Dr. Ricardo Vertiz que foi um dos diretores da instituição.

Selo em homenagem ao centenário de fundação do Hospital Oftalmológico Nuestra Senora de la Luz

Ricardo Vertiz, filho do oftalmologista José Maria de Vertiz, fez seu aprendizado na clínica do Dr. Carmona y Valle, que existiu no México de 1864 a 1880.
Em 1888 foi fundada a cadeira de oftalmologia da Faculdade de Medicina do México tendo sido nomeado para dirigí-la o Dr. Ricardo Vertiz, que por motivo de saúde não pode assumí-la.
Regressando da Europa, já melhor de saúde, ocupou a cátedra por 18 meses.
A afecção de que vinha padecendo se agravou e levou Ricardo Vertiz à morte em 1989 com pouca idade.
O nome de Ricardo Vertiz foi dado a uma das salas de aula da Faculdade de Medicina do México, como uma homenagem ao seu primeiro professor de oftalmologia.

Publicado na Revista “TEMÁTICA” da ABRAFITE 56: 211, 1980
e "Arquivos do Instituto Penido Burnier" 26:12, 1981

Deixe uma resposta

Veja outros artigos